A Arte de Dirigir – Dicas para dirigir com eficácia


drivingInfelizmente não é todo momento na vida que podemos desfrutar de acelerar um carro vigor, com o alto preço da gasolina e os limites de velocidade no transito nada como aprender a dirigir com eficiência e utilizar cada ml de combustível do seu tanque com o mínimo de perdas. A Arte de Dirigir também prevalece na condução civil, andar devagar(mas não quase parando…) também requer uma técnica, e principalmente, afinidade com seu carro.

Tire o pé do pedal de embreagem.

pedalsO primeiro passo para dirigir com eficácia, é largar a mania de pisar na embreagem sem necessidade. A embreagem é um componente do sistema de transmissão que tem a função de transmitir e cessar a força do motor para a caixa de marchas, e seu uso é exclusivo para deslocamento do veículo e mudança de marcha, nada mais. O problema está no fato de muitos motoristas utilizarem a embreagem para por carro em ponto morto quando desejam reduzir sua velocidade, atitude que além de não ser econômica ainda põe em risco a integridade do próprio motorista e passageiros.

Não é econômico pois o motor do veículo, quando o cambio está ponto morto, entra em rotação de marcha-lenta e continua consumindo combustível. Tampouco é seguro, pois simplesmente as rodas não possuem força-motriz, qualquer desvio crítico pode fazer o carro perder o controle.

Desde que os veículos passaram a ter injeção eletrônica, a ECU controla o chamado cut-off(Leia mais), ou corte de combustível. O cut-off é uma função do sistema de injeção eletrônica que é ativada quando se desacelera o motor sem debrear(sem acionar a embreagem) e a partir das informações dos diversos sensores do sistema. Essa é a sua ferramenta para economizar combustível enquanto conduz seu carro.

No trafego urbano, acelerar é inútil…

Car trafficFotossensores, sinais com tempo programado, carros na sua frente e muitos outros obstáculos que tornam inútil você gastar combustível para superar todos eles. O grande lance nesse momento é acompanhar o trânsito e ser proativo… Sim proativo. Você deve prestar atenção no que está vindo a sua frente, se um sinal acaba de se fechar não há motivo para continuar acelerando, se o tráfego está reduzindo a velocidade e você não pode ultrapassar ninguém também não há motivo para continuar acelerando. Então, você pode aproveitar o cut-off e deixar que carro chegue até o sinal fechado ou simplesmente reduzir para acompanhar outros carros. O único porém do cut-off resume-se pelo fato do veículo continuar engatado e assim desacelerar mais rapidamente do que se o veículo estivesse em ponto morto. Você terá avaliar o momento certo para desacelerar antes de chegar ao semáforo ou não trafegar muito próximo do carro da frente. No trânsito existem motoristas que simplesmente aplicam pequenas freadas por motivos quaisquer, e ao invés de ficar grudado atrás e freando junto com eles, você pode estar a distância de um carro deles e apenas desacelerar e quando necessário frear, acompanhando os carros(mas o melhor mesmo é sair de trás desse tipo de motorista…).

Mantenha velocidade, acelere apenas o necessário.

speedometerUm dos maiores problemas dos motoristas é acelerar em demasia durante a condução, o que por consequência leva a quebra dos limites de velocidade, e claro, desperdício de combustível. Acostume-se a manter sua velocidade, dessa forma você a injeção eletrônica, através do sinal da Sonda Lambda(Leia mais) trabalha para manter a injeção de combustível na relação estequiométrica, e assim buscar o equilíbrio de funcionamento, economizando combustível e disponibilizando boa potência.
Evite arrancadas bruscas, trafegue com suavidade, pois acelerar o suficiente para o veículo se deslocar pode poupar quilômetros de combustível, e a vida útil do seu carro também…

Mantenha aceleração na subida, segure na descida.

Crédito foto: Motortrend

Crédito foto: Motortrend

Aclives e declives são muito comuns em vias urbanas de trânsito rápido. O limite de velocidade nessas vias geralmente é 60Km/h, e claro, o ideal é manter os 60Km/h sempre. Mas quando o veículo enfrenta um aclive é natural que o mesmo perca velocidade. Muitos motoristas aumentam um pouco a aceleração para compensar a perda e manter velocidade, mas essa saída não é o melhor em termos de economia.  Ao encarar um aclive mantenha a aceleração, não reduza nem acelere, e deixe que o carro perca um pouco de velocidade até que se estabilize, desde que a perda de velocidade não seja superior a 10Km/h. Com a aceleração mantida inicie a decida. É normal que o veículo ganhe velocidade além do limite da via, mantenha a aceleração até que o veículo atinja a velocidade limite, e então desacelere para o mesmo entrar em cut-off, por ser uma decida a perda de velocidade não será grande, o veículo pode até manter a velocidade, mas o corte combustível se efetuará.

Dirigindo dessa forma você utiliza o acelerador eletrônico, que se ajusta para manter a velocidade, e mantem o motor em regime constante, colaborando para o cálculo de injeção da mistura estequiométrica de combustível e ainda trabalha reduzindo o tempo de injeção até o corte total de combustível durante a decida.

Não deixe para frear próximo do semáforo:

car traffic lightsAtravessar semáforos sem parar é quase um roleta russa, as vezes você é premiado com um aberto. Contudo muitas vezes estamos nos deslocando com boa velocidade e o sinal começa a fechar(acende a luz amarela), e percebemos que não adiantar acelerar para passar. Então, desacelere e deixe o carro chegar até o semáforo para finalmente parar, mas sem pisar no pedal de embreagem, a desaceleração é feita com o cambio engatado. Quando finalmente o sinal estiver próximo, você não precisará frear tanto para o veículo parar, pois você já reduziu grande parte da velocidade. Consumiu menos combustível e menos pastilhas de freio.

Reduza antes da curva, acelere para sair dela:

car turningNo auge da carreira, Ayrton Senna venceu de forma sofrida o GP do Brasil de F1 com problemas no cambio de seu Mclaren-Honda. Ayrton tinha apenas a sexta marcha para dirigir por todo circuito. Para muitas pessoas, a única dificuldade de Ayrton era dirigir com um carro mais lento e vencer, mas as coisas não foram tão “fáceis” assim para o eterno campeão. Ayrton teve que lutar contra o próprio carro que insistia em querer sair da pista a cada curva por simplesmente não reduzir as marchas. O motor não tinha força suficiente para tracionar as rodas e trazer o carro para o traçado desejado, Ayrton fez isso no braço mesmo. Resultado, saiu do carro com espasmos… mas venceu a prova.

É esse tipo de resposta do carro que você irá obter tentando fazer um curva sem reduzir para uma marcha adequada ou simplesmente fazendo a curva com o carro em ponto morto, você estará brigando com um carro que não tem força para traze-lo à trajetoria.
Aproxime-se da curva desacelerando(e sinalizando, é importante.), antes de entrar reduza a marcha e finalmente comece a esterçar o volante. Então acelere moderadamente para sair da curva. Isso fará com que você mantenha o controle do carro mesmo quando estiver dobrando-o, e ainda trará o carro mais facilmente para dentro da curva.

Não estique as marchas, trabalhe na faixa de torque máximo.

car tachometerQuando estamos começando a dirigir, a maior dúvida é o momento de se trocar de marcha. A maioria dos carros de auto-escola são básicos, e raramente dispões de conta-giros, e se o possuem, raramente o instrutor sabe informar o momento certo para trocar de marcha. Os motoristas que saem da auto-escola acabam desenvolvendo um “sentimento” para saber em que momento trocar de marcha. Geralmente o momento mais propício para se trocar de marcha é na rotação de torque máximo do motor(Pode ser consultada no manual do proprietário.), abaixo ou além desse regime resulta em consumo excessivo de combustível e nem sempre maior desempenho. Contudo, se seu carro não possui conta-giros esse momento vai ter que ser descoberto no feeling mesmo, e isso só vem com o tempo. De qualquer forma, evite andar com o motor gritando(giro alto) ou com o motor vibrando(giro muito baixo), trafegue em uma rotação que o motor disponha de torque disponível ao menor movimento do acelerador.

Estas são pequenas dicas para se andar com eficácia na cidade, aproveitar a potência do motor, e saber economizar na hora certa.
Economia de combustível está, também, diretamente ligada a regularidade nas manutenções. Consulte o manual do seu veículo e dê prioridade aos períodos de manutenção preventiva. Também não esqueça de semanalmente calibrar os pneus(leia mais) com pressão especificada pelo fabricante.


Acadêmico de Engenharia Mecânica pela Universidade Federal do Ceará (UFC), Técnico em mecânica automotiva pelo Senai-CE e IFCE, certificado Six Sigma Green Belt. Profissional dedicado a área automobilística, com 8 anos de experiência no mercado automotivo, do setor de peças a qualidade em montadoras.

  • Ronaldo Moreira

    Muito bom essa matéria foi de grande varia para mim.

  • Dirigir ate 3.000 giros poupa o motor?

    • Antonio, todo veículo é preparado para girar dentro do seus limites mínimo e máximo de rotação. Claro que dirigir como motor girando nos extremos não vai quebrar seu motor, mas vai desgasta-lo mais rápido. Geralmente se recomenda a motoristas comuns que dirijam no meio dessa faixa mínima e máxima de rotação, que na maioria dos casos é cerca de 2000-3000RPM, ou rotação de torque máximo. Resumindo, a resposta é Sim.

  • geraldo ribeiro

    Prezado a potencia de 115cv a 5500rpm e torque de 16,2 a 4500rpm, porém quando estou dirigindo o consumo instantaneo é melhor entre 2200 e no maximo 2600 o que tens a dizer?

  • geraldo ribeiro

    Prezado a potencia de 115cv a 5500rpm e torque de 16,2 a 4500rpm, porém quando estou dirigindo o consumo instantaneo é melhor entre 2200 e no maximo 2600 o que tens a dizer?
    http://www.carrosnaweb.com.br/fichadetalhe.asp?codigo=4801

    • Olá Geraldo. É muito simples. Embora o torque do seu carro apareça em seu máximo a 4500 RPM, grande parte dele já se manifesta a menos 3000 RPM, que é o regime médio de funcionamento do motor dentro do trânsito urbano. Isso é proposital, para que você não fique buscando marchas mais baixas para andar no trânsito da cidade. O consumo, então, aumenta se você passar as marchas a 4500 RPM pois nessa rotação a potência também cresceu, a velocidade do motor é maior e a carga deste é maior também. Consequentemente mais combustível é requisitado.

Your Turn To Talk

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Instagram