Injeção Eletrônica: Relés, atuadores importantes.

rele1Com certeza já nos perguntamos sobre o pequeno som que vem de dentro do painel do veículo quando acionamos o pisca, alerta ou damos um lampejo de luz alta. Trata-se do Relé, um componente eletromecânico do sistema elétrico do automóvel e que também faz parte do sistema de injeção eletrônica, neste, o relé é considerado um atuador.

Não se engane pelo seu tamanho, esta caixinha tem a importante função de acionar grandes componentes elétricos dispondo apenas, da pequena corrente do sistema elétrico de um automóvel – 1 miliampere.

Componentes do Relé :

– Bobina;
– Armadura;
– Contatos;
– Mola de retorno;
– Pinos.

rele2Caso um dia você tenha a oportunidade de abrir um relé, verá algo semelhante a foto  acima.
De cara nota-se a presença da bobina, fios de cobre enrolados sobre um núcleo ferro magnético maciço que estão ligados a dois terminais. Próximos a bobina estão a armadura e o par de contatos, estes por suas vez se ramificam em dois terminais (entenda terminais como pinos.). Quando a bobina é energizada o campo magnético criado faz deslocar armadura, fechando o contato, e  acionando o componente a que o relé é destinado. O contato de um relé pode ser normalmente aberto(NA) ou fechado(NF).

– Diodo : Nos relés automotivos é comum o emprego de diodos, eles são ligados em paralelo a bobina e evitam o retorno de corrente quando ocorre a desativação da bobina.

Funcionamento do Relé :

Tomando como exemplo um Relé Universal de 4 pinos, temos inicialmente, com a bobina desenergizada, a armadura em repouso sob a ação da mola de retorno, como está ligada a um contato a armadura mantém o contato aberto(se for um NA) ou fechado(se for um NF.).

Quando o motorista gira a chave no contato, ele libera alimentação positiva para um dos contatos da bobina do relé(na linha automotiva é geralmente o pino 86 do relé.), ao mesmo tempo a ECU libera pulsos negativo ao outro contato da bobina do relé(pino 85), desta forma a bobina é energizada.

O campo magnético da bobina atraí a armadura para junto do núcleo ferromagnético, com isso a armadura fecha(NA) ou abre(NF) o contato, assim o relé pode ligar ou desligar algum componente elétrico que normalmente necessitaria de alta corrente.

No sistema de injeção :

São considerados atuadores, pois são acionados diretamente pela ECU buscando acionar indiretamente outro componente do sistema. Listar o uso dos relés em um automóvel poderia levar metade da página, mais em um automóvel básico os relés mais importantes são os relés dos faróis, do eletro-ventilador, bomba de combustível, pisca alerta e motor de partida.

Para o sistema de injeção eletrônica um dos relés mais importantes é o da Bomba de combustível, ele que é o responsável por ativar e desativar a bomba, e você vera como logo abaixo:

Girada a chave no contato, liberamos sinal positivo para o terminal 86 do relé da bomba, o pino 85 do relé está ligado a ECU. A ECU caso receba sinal do sensor de rotação irá liberar pulsos negativos para o pino 85, desta forma a bobina fica energizada e fecha o contato entre os pinos 30 e 87.

A linha 30 é proveniente da bateria, é o positivo direto da mesma, passa pelo pino 87 em direção a bomba de combustível que já está aterrada, a bomba então entra em funcionamento.

Tipos de Relé :

rele3Existem algumas variações de relés utilizados em automóveis, mas todos eles funcionam sobre o mesmo princípio.

– Relé Universal/Auxiliar : É o mais comum, é um relé simples com bobina e contatos, possui geralmente 4 pinos;

– Relé Temporizador : Muito utilizado para desligamento automático de luzes internas nos veículos, trata-se de um relé que após o sessamento da tensão a bobina, o contato só é desativado após um certo tempo;

A quantidade de pinos varia de acordo com a utilização do relé.

Como você pode observar os relé são componentes que combinam princípios elétricos à um acionamento mecânico, é um switch – interruptor, porém sua maior vantagem é preservar o sistema na necessidade de acionar um componente de alta intensidade de corrente, com o pequeno sinal de sistema elétrico 12v de um automóvel, cerca de 0,5 miliamperes; fazendo dois circuitos onde um encontra-se a bobina e o outro a ligação ao respectivo componente.

Auto entusiasta, piloto virtual, técnico em Manutenção e Mecânica Automotiva, estudante de Engenharia Mecânica. Automobilista nato!

  • valeu irmao mas nao consigo resolver meu problema rele bom bomba nova mas vou ligar e nao passa voltagem para bomba

  • ola Alessandro,o meu carro rt19,1.8 8 valvulas,ele vira o arranque mas não passa corrente para bobina,ja troquei o sensor de rotação e nada,gostaria de saber se os reles pode fazer esse tipo de defeito e quais são,desde ja obrigado

  • rodribruno27@hotmail.com

    boas eu tenho um vw polo de 2008,ele deixou de puxar no inicio ainda chegava ate as 3m rotaçoes mas agora ja nem isso faz perdeu a força,parece que esta a trabalhar com menos um cilindro eu levei-o ao computador e apareceu falha no cilindro 1,no entanto um mecanico disse-me que nao era da bobine nem dos injectores entupidos mas sim poderia ser das juntas de cabeça ou das guias,mas ele nunca aqueceu nem derramou-me agua;( alguem sabe do que se pode tratar???anderson????obrigadoo

  • rodribruno27@hotmail.com

    o Vw tem apenas 70.000km e começou a deixar de puxar lentamente ate piorar ao ponto de ja nem querer puxar!!!se podesses dar me uma ajuda agradecia que me manda-ses um email se for possivel

  • Mozart Artur da Costa

    Olá amigos! Gostaria de saber onde consigo um guia das posições de reles e fusíveis de injeção eletrônica das marcas mais comuns, até importados. Como entusiasta, também gosto de mexer nesses carrinhos nos finais de semana. Valeu.

  • ola amigos estou com um problemao aqui ! estou com uma parati ano 97 ela nao esta me mandando negativo para o sensor hall e nem 5 v para os sensores?? alguem pode me ajudar?

  • Meu carro está ruim de partida, muitas vezes não ouço o som da bomba injetando e o carro não segura a marcha lenta quando isso ocorre. Há um problema elétrico nas setas e luzes de freio, ontem percebi que quando as setas não funcionam, a bomba injeta e o carro até anda melhor. O que devo fazer?eu carro é um gol 1.6 AP, 99/00

    • Antes de tudo, conferir pressão da bomba, verificar filtro de combustível, relé da bomba de combustível e regulador de pressão, só para desencarno de consciência. Depois, verificar detalhadamente seu chicote elétrico, em busca de curto-circuito ou aterramentos mau encaixados.

  • Olá eu sou francisco almeida de Luanda Angola, tenho um hyundai tucson de 2000. A mesma viatura de um tempo pra ca deixou de ganhar aceleração ja troquei a bomba de gasolina ja limpei os injectores nada. as velas saem pretas . agradeço a vossa ajuda.

  • Oisou josivaldolopez-16@hotmail

    Meu unu vivace está com defeito na caixa de fusível min deixando
    na mão sempre qui preciso

  • Gilson nunes

    Boa tarde, tenho um gol g.3 ano 2000, LIGO e desligo o carro várias vezes por dia , e algumas vezes ele não pega não da sinal nenhum a luz do painel ascende mais não da partida, bateria está boa e arranque tbm, percebo que quando não pega da uns “estalinhos” embaixo do porta luvas, e aí só um tranco que resolve, muito obrigado.

    • Oi Gilson. Então, seria legal conferir o estado de alguns relés, o do motor de partida por exemplo. Relés também sofrem desgastes e com o tempo deixam de operar da forma devida.

  • Ola Almeida. Veja os sensores se ok

  • Bom dia, estou com um problema em um fusion. Quando giro a chave (sem dar a apartida) o rele da bomba aciona e mantem a bomba de gasolina ligada constantemente, não desliga após alguns segundos como seria o norma. Onde pode estar o problema? O que fazer para o rele desarmar apos os segundos iniciais? Obrigado

  • ola meu palio esta ligando o pisca alerta e feichando os vidros eletricos e travando aporta sera que tem aver com o rele???

  • amigo tenho uma saveiro 2008 e queria saber se ela tem rele para a bomba de combustivel

Your Turn To Talk

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Instagram