Geometria de Suspensão: Por dentro do Camber/Cambagem

Crédito foto: http://pulpaddict.com/

Crédito foto: http://pulpaddict.com/

O camber ou cambagem -medido em graus- trata-se basicamente do posicionamento vertical da roda, sempre vista de frente. O ângulo que ela faz em relação ao plano de apoio do veículo – linha normal da roda- tendo como referência a parte superior da roda.

Função do camber:
Compensar os movimentos de flexibilidade da suspensão, evitar vibrações de média intensidade(shimmy.) das rodas para o volante e aliviar o esforço no momento de uma baliza, dependendo do acerto o camber também contribui para a estabilidade nas curvas.

O plano de apoio da roda deve se aproximar o máximo possível do prolongamento(imaginário.) do eixo do pino mestre da manga de eixo até a superfície, mesmo a cambagem sendo negativa, positiva ou nula, a linha normal da roda sempre estará coincidindo aproximadamente com o eixo do pino mestre.

camb2

Crédito foto: www.vikingspeedshop.com

Ângulo de camber:
Sempre tomando como referência a parte de cima da roda pode ser positivo, nulo ou negativo:

- Positivo: A parte superior da roda inclina-se para fora;
– Nulo: A roda não possui inclinação;
Negativo: A parte superior da roda inclina-se para dentro.

 

Antigamente o camber era ajustado levemente positivo para compensar o aumento peso do carro, seja carregando cargas ou mais passageiros. Mas atualmente os valores do camber tendem a ser negativos por diversos fatores, a estabilidade melhora bastante com esse tipo de acerto e com a ampla utilização da suspensão independente a roda dianteira externa -a curva- tende ficar com cambagem positiva ao entrar em curvas, por isso a cambagem negativa passou a ser utilizada para compensar esse fenômeno.
No entanto, quando veículo está em movimento – sob condições normais de carga – o ângulo passa a ser diferente, a cambagem deve estar nula para obter maior quilometragem dos pneus e mais suavidade ao trafegar com o veículo.

Anomalias:

camb3Quando o camber está fora do especificado, o que comum devido as condições das ruas e estradas, ele causa desgaste irregular dos pneus e anomalias na direção.
Os pneus denunciam a não conformidade do camber, dependendo do quão positivo ou negativo em excesso eles estiverem o pneu estará desgastado de forma diferente.
Caso eles estejam muito desgastados na parte externa da banda de rodagem, quer dizer o camber está positivo em excesso devido ao fato do pneu se apoiar mais na parte externa da banda de rolagem.
O oposto ocorre quando o camber está negativo, a parte interna da banda de rodagem do pneu encontra-se mais desgastada.
Pode ocorrer também de as duas rodas apresentarem cambagem diferente, neste caso o veículo tende a puxar para o lado mais positivo.

 

Auto entusiasta, piloto virtual, técnico em Manutenção e Mecânica Automotiva, estudante de Engenharia Mecânica. Automobilista nato!